Nesta época em que vivemos, início do Século XXI, observamos a facilitação extrema das ferramentas de comunicação, tanto individual quanto de massa. O universo digital, as mídias sociais, a percepção de que todos podem opinar, curtir, seguir, cancelar ou divulgar sobre tudo, são experiências nunca antes vivenciadas pela humanidade.

Contemporaneamente, é importante compreender a diferença entre fato, verdade e opinião.

Fato deriva do latim factum, particípio do verbo facere, que significa fazer. Designa, portanto, eventos ou acontecimentos que realmente aconteceram. Verdade é a propriedade de estar conforme com os fatos ou a realidade. Na Grécia Antiga, verdade era aletheia, o mesmo que não-oculto, não-escondido, isto é, aquilo que se manifesta aos olhos do corpo e do espírito.  Verdade é a manifestação daquilo que é ou existe tal como é. O verdadeiro é o evidente ou o plenamente visível para a razão. Opinião define-se como “maneira de pensar, de ver, de julgar”, e também “julgamento pessoal, parecer, pensamento.”

Na pesquisa que precede o reconhecimento de um fato histórico, buscamos vestígios, documentos e informações que atestem a sua verdade, e isso não é negociável, é princípio elementar para o nosso trabalho na Fundação Memória do Transporte. Nos preocupamos em pesquisar, organizar e divulgar as informações da memória do transporte sem uma pessoalização excessiva, isto é, dando protagonismo ao fato em si em primeiro lugar, e então passamos a identificar os personagens participantes.

Entretanto, mesmo quando um fato é uma verdade irrefutável, acreditamos que o contexto que o envolve é composto de opiniões diversas, de entendimentos distintos e até mesmo de ações divergentes. Algo verdadeiro o é apenas naquele momento, daquele modo, naquele lugar. Fora dali, é uma opinião, um pensamento, uma construção, um argumento que contribuiu para torna-lo verdadeiro.

É com esse objetivo que criamos o Fumtran Artigos, um espaço aberto às opiniões, aos pensamentos, às construções e aos argumentos que, expressos livremente com a identificação de sua autoria, poderão ser apreciados para um melhor entendimento do contexto histórico.

A liberdade de expressão nos direciona à responsabilidade pelas nossas próprias opiniões. Sem narrativas, sem enredos, incentivaremos qualquer manifestação relacionada ao transporte. Quiçá quando um fato se tornar memória histórica, possamos buscar na pesquisa das opiniões que foram manifestadas à época, uma melhor compreensão do que aconteceu.

Boa leitura!

Modelos de contrato para a eletrificação das frotas

A 26ª Busworld Europe reuniu, em Bruxelas, na Bélgica, no período de 7 a 12 de outubro, grandes empresas fabricantes de veículos, além de fornecedores de peças e equipamentos para ônibus.

Francisco Christovam, 20/10/2023

O transporte que a indústria quer – e nós também

A Confederação Nacional da Indústria – CNI acaba de publicar alentado documento intitulado “Mobilidade Urbana no Brasil – Marco Institucional e Propostas de Modernização”, com uma ampla e detalhada análise da atual situação dos transportes urbanos de passageiros no Brasil.

Francisco Christovam, 17/07/2023